Epidemic GNU/Linux

Blog

eInject, o novo instalador do Epidemic

Desde sua primeira versão, lançada em 6 de janeiro de 2008, o Epidemic já contava com um instalador próprio, muito rápido e fácil de usar, o eInstaller.

einstaller

Denvolvido em C++, com o intuito de facilitar a vida dos novos usuários, o eInstaller concentrava todas as opções de instalação em apenas uma janela, conseguindo ser muito mais simples e rápido que os demais instaladores de sua época.

No entanto, em meados de 2014, quando retomamos o processo de desenvolvimento do Epidemic, começamos a trabalhar no seu novo instalador, o eInject, que estará disponível na próxima versão do Epidemic, a 4.1 Beta 2, a ser lançada em breve.

einject

Embora as interfaces gráficas dos dois instaladores sejam muito semelhantes, o processo de instalação foi totalmente reescrito, o que permitiu reduzir o tempo de instalação para patamares inacreditáveis.

Para se ter uma ideia da velocidade do eInject, no screenshot abaixo, tirado durante o processo de instalação em um notebook bem modesto para os padrões atuais, um Core 2 duo, com 2 GB de RAM e HD IDE, ele foi capaz de instalar o sistema deixando-o configurado e pronto para ser usado, em pouco mais de 1 minuto, mais precisamente em 75 segundos.

einject-install1

Já em um notebook mais moderno, um Core I7, com 12 GB de RAM e HD Sata todo o processo de instalação foi realizado em impressionantes 48 segundos.

einject-install2

Mas as vantagens do novo instalador do Epidemic não param por aí, ele também é capaz de detectar em qual modo o sistema foi inicializado BIOS ou UEFI e instalar o gerenciador de boot para o modo correspondente.

E o que é mais interesante, ele torna o sistema praticamente indestrutivel pois adiciona uma opção de restauração em caso de quebra que atua quase que instantaneamente durante o boot.

Publicado em: Epidemic

Faça um Comentário: (1) →

1 Comentário

  1. portaro janeiro 12, 2015

    Mais rápido e eficaz que sempre. Parabéns.

    responder

Faça um Comentário